terça-feira, 8 de setembro de 2009

terça-feira, 26 de maio de 2009

Incrível


Hoje quero falar um pouco sobre um gigante.

Pequenino, mas gigante.


Sobre ele há várias histórias, tão nobre, inteligente e de um senso ético e moral acima de qualquer contestação.


Quando ele passou pelas grandes portas do salão de Haia (por ocasião da Convenção), para fazer um discurso marcante, um homem junto à porta questionou:

"Porque uma porta tão grande para um homem tão pequeno?"
No entanto, ao final do discurso de Rui Barbosa, o mesmo homem questionou: “Porque um porta tão pequena para um homem tão grande?"

Se é lenda, se é verdade, uma coisa é certa - correspondia à medida do caráter do homem em questão.


É dele uma declaração que nos parece muito atual:
"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."

Senado Federal. Rio de Janeiro, DF
Obras Completas de Rui Barbosa.
V. 41, t. 3, 1914. p. 86

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Seis leis de Murphy


Não sou pessimista, e talvez por isso ri demais ao ver essas leis de Murhpy:


1. Se alguma coisa pode dar errado, dará.

Corolário 1
Dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível.

Corolário 2
Se há possibilidade de várias coisas darem errado, todas darão - ou a que causar mais prejuízo.

Corolário 3
Se você perceber que uma coisa pode dar errada de quatro maneiras e conseguir driblá-las, uma quinta surgirá do nada.

2. Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

Corolário 1
Tudo leva mais tempo do que todo o tempo que você tem disponível.

3. Se você tem alguma coisa há muito tempo, pode jogar fora. Se você jogar fora alguma coisa que tem há muito tempo, vai precisar dela logo, logo.

Corolário
Você sempre encontra aquilo que não está procurando.

4. Quando te ligam: a) se você tem caneta, não tem papel. b) se tem papel não tem caneta. c) se tem ambos, ninguém te liga.

5. Toda a idéia revolucionária provoca três estágios: 1º. é impossível - não perca meu tempo. 2º. é possível, mas não vale o esforço 3º. eu sempre disse que era uma boa idéia.

6. Quando se tem muitos filhos, o único que ronca é o que quer dormir com você.

Corolário 1
Não se dorme até que os filhos façam cinco anos.

Corolário2
Não se dorme depois que eles fazem quinze.
Fonte da Imagem: www.br.geocities.com