terça-feira, 28 de março de 2017

Vindiciae Contra Tyrannos - O Direito de Resistir (Dr. Frank Viana Carvalho)

A Obra Vindiciae Contra Tyrannos – O Direito de Resistir

De tempos em tempos temos o privilégio de ler em nosso próprio idioma obras de grande valor, seja no aspecto literário, seja na profundidade e elegância das ideias e argumentos.
A análise e contextualização aliadas à primeira tradução para o português do clássico da Filosofia Política renascentista, Vindiciae contra Tyrannos, brindam-nos com a excelente oportunidade de observar a construção dos argumentos da luta contra a tirania em prol de uma teoria contratual de Estado, bem como a defesa da liberdade de consciência e expressão da fé realizadas por Stephanus Junius Brutus.

O nome do livro é “Vindiciae Contra Tyrannos - O Direito de Resistir”. É uma obra há muito aguardada, pois é o resultado de dezessete anos de uma longa, árdua e aprofundada pesquisa sobre a Ética e a Política. O livro tem duas vertentes, uma pesquisa analítica que explora o caráter historicista das influências sobre os personagens e autores, e uma abordagem conceitual do fenômeno político da tirania em suas influências e interferências no poder, nos costumes, na sociedade, na religião e na liberdade de consciência. Ao traduzir, comentar e analisar a principal obra do período, como autor e tradutor, também utilizei o nome dela no título tema do livro.


Numa época de crise na política e na ética, uma boa notícia: depois de um trabalho de pesquisa que durou longos dezessete anos, será lançado o livro com 463 páginas, chamado 'Vindiciae Contra Tyrannos - O Direito de Resistir', com lançamento pela Discurso Editorial (Editora da USP).  Enquanto súditos do Reino francês, perseguidos por ações do rei lutavam contra a tirania do absolutismo, em seus escritos eles defendiam a democracia representativa e a liberdade de consciência e livre expressão da fé - uma completa modernidade em pleno século renascentista. A USP, berço da pesquisa, está valorizando muito o que foi feito e criou um Evento sobre o assunto para valorizar a pesquisa e o lançamento do livro.

O livro recebeu a análise de grandes e influentes filósofos e acadêmicos brasileiros que recomendaram a sua leitura (Dr. Roberto Romano, Dr. Rolf Nelson Kuntz, Dra. Olgária Chain Féres, Dr. Milton Meira do Nascimento, Dr. Alberto Ribeiro Gonçalves de Barros, Dr. Sérgio Cardoso, Dra. Maria das Graças de Souza - os comentários deles estão no começo da obra e na contracapa). Também foi analisado por especialistas do Direito, Sociologia e História. É um sopro de esperança para uma renovação da Ética e para o respeito à Liberdade de Consciência em nosso país.

Se considerarmos a força dos argumentos e a modernidade das ideias apresentadas, entenderemos porque este tratado se tornou infame perante as autoridades estabelecidas nos séculos XVI e XVII.
Os escritores monarcômacos enquanto apresentavam seus argumentos contra a tirania em meio às Guerras de Religião, num vislumbre quase futurista, lançaram também as bases contratuais da democracia representativa.
Que relações poderia haver entre o escritor político Nicolau Maquiavel, a rainha Catarina de Médicis e o vidente Nostradamus? Entre o Papa Gregório XIII, o rei Henri IV e o reformador Theodore de Bèze? Nesta obra, muitas histórias e muitos personagens se mesclam às propostas filosóficas e teorias políticas. Você está convidado a adentrar ao mundo da Filosofia Política por meio de um caminho revolucionário, fascinante e instigador.



Divisão da Obra Vindiciae Contra Tyrannos – O Direito de Resistir
Quatro Partes:
Na primeira parte do livro é apresentada a narrativa histórica das Guerras de Religião, envolvendo seus personagens e principais acontecimentos. A narrativa é breve e didaticamente compreensível, e ao mesmo tempo, fidedigna e consistente com os fatos e referências dos principais historiadores franceses: acordos, divergências, romances, torneios, disputas, julgamentos, fé, casamentos, intrigas, assembleias, manipulação, traição, tramas, e é claro, os horrores da guerra fratricida.
Na segunda parte está a análise da obra Vindiciae Contra Tyrannos, uma obra que causou grande impacto em todos os segmentos da população francesa, pois ousava questionar a centralização do poder nas mãos do rei. E com argumentos que vão surpreender os leitores (baseados no Direito Romano, na História dos Povos e nas Sagradas Escrituras), ao mesmo tempo em que defendia a liberdade de consciência e expressão da fé, questionava a legitimidade do poder do rei se este agisse contrariamente aos propósitos de um bom governo. Chegava ao ponto de dar aos magistrados, representantes do povo, o direito de depor um governante se ele fosse um tirano. Quais argumentos e teses defende o autor das Vindiciae?
Na terceira parte está a tradução do texto completo das Vindiciae Contra Tyrannos. A tradução foi feita a partir do texto latino, com cotejamento das versões francesa e inglesa. Nesta parte, além da Introdução, estão as Quatro grandes questões feitas e respondidas por Stephanus Junius Brutus e o Poema Final.
Na quarta parte está um Apêndice com a análise das duas obras que antecederam as VindiciaeFranco-Gallia e Le Droit des Magistrats. Além disso, ali também estão de forma resumida, as histórias de vida dos principais personagens das Guerras de Religião e uma breve análise dos fundamentos da teoria contratual.

Pedidos e 
Especificações Técnicas do Livro:
“Vindiciae Contra Tyrannos - O Direito de Resistir” (463 págs; 17x24cm), Discurso Editorial, ISBN 978-85-9470-006-3.
Pedidos para a Livraria Atelier do Saber pelo e-mail atelierdosaber@hotmail.com (envie nome completo e endereço residencial ou comercial). Valor promocional de lançamento (de R$108,00 por R$78,00)

Lançamento da Obra Vindiciae Contra Tyrannos na USP-FFLCH

Simpósio de Filosofia
“O Direito de Resistência à Tirania - Monarcômacos, Teoria Contratual e Liberdade de Consciência”

Palestrantes Convidados:
Dr. Alberto Ribeiro Gonçalves de Barros (FFLCH-USP)
Dr. Paulo Roberto Pedrozo Rocha (Faculdade Messiânica)
Dr. Sérgio Cardoso (FFLCH-USP)
Dr. Sílvio Gabriel Serrano Nunes (UFAL)
Conferencista:
Dr. Frank Viana Carvalho (IFSP)
Mediadores:
Dr. Milton Meira do Nascimento (FFLCH-USP)
Dra. Maria das Graças de Souza (FFLCH-USP)

O Simpósio:
Por ocasião do lançamento da primeira edição em Língua Portuguesa das Vindiciae Contra Tyrannos, o Departamento de Filosofia da FFLCH-USP organizou o Simpósio “O Direito de Resistência à Tirania - Monarcômacos, Teoria Contratual e Liberdade de Consciência”. Será uma oportunidade ímpar para ouvir os argumentos da defesa dos direitos do povo contra a tirania do poder, bem como a defesa da teoria contratualista, e do direito à liberdade de consciência e expressão da fé. Professores, estudantes e estudiosos de temas da Ética e Filosofia Política são convidados a participar.

Programação do dia 28/03/17:
Local: Sala/Auditório 14

14h Abertura do Evento 
14h00 – 14h05 - Dr. Milton Meira do Nascimento
14h05 – 15h40 – Primeira Mesa
14h05 – 14h10 - Apresentação dos Participantes e Temas da Primeira Mesa: Dr. Frank Viana Carvalho
Preleções:
14h10 – 14h40 - Dr. Sérgio Cardoso: “Os 'politiques' e Montaigne nas Guerras de Religião”.
14h40 – 14h50 - Considerações e Mediação: Dr. Milton Meira do Nascimento.
14h50 – 15h20 - Dr. Sílvio Gabriel Serrano Nunes: “As Repercussões do Pensamento Político de John Knox Sobre o Direito de Resistência na Obra Vindiciae Contra Tyrannos”.
15h20 – 15h30 - Considerações e Mediação: Dr. Milton Meira do Nascimento
15h30 – 15h40 - Conclusões
Mediador: Dr. Milton Meira do Nascimento.

15h40-16h – Intervalo

16h – 17h35 – Segunda Mesa
16h00 – 16h05 - Apresentação dos Participantes e Temas da Segunda Mesa: Dr. Frank Viana Carvalho
Preleções:
16h05 – 16h35 - Dr. Paulo Roberto Pedrozo Rocha: “Theodore de Bèze, Contratualismo e Liberdade de Expressão da Fé”.
16h35 – 16h45 - Considerações e Mediação: Dra. Maria das Graças de Souza.
16h45 – 17h15 - Dr. Alberto Ribeiro Gonçalves de Barros: “O Direito de Resistência em John Milton”.
17h15 – 17h25 - Considerações e Mediação: Dra. Maria das Graças de Souza.
17h25 – 17h35 – Conclusões
Mediadora: Dra. Maria das Graças de Souza.

17h30-18h – Intervalo

18h – 18h30: Momentos com o Autor e Tradutor da Obra “Vindiciae Contra Tyrannos – O Direito de Resistir” – Dr. Frank Viana Carvalho

19h – 20h30 Conferência e Lançamento do Livro
19h00 – 19h30 - Palavras Iniciais: Dr. Milton Meira do Nascimento
19h30 – 20h15 - Conferência: “Vindiciae Contra Tyrannos – O Direito de Resistir” - Dr. Frank Viana Carvalho
20h15 – 20h25 – Lançamento da Obra “Vindiciae Contra Tyrannos – O Direito de Resistir
20h25 – 20h30 - Encerramento

Local: Conjunto Didático de Filosofia e Ciências Sociais – FFLCH-USP
Av. Luciano Gualberto, 315, USP, Cidade Universitária, São Paulo SP
INSCRIÇÕES e INFORMAÇÕES


 

Livro ‘Trabalho em Equipe, Aprendizagem Cooperativa e Pedagogia da Cooperação’

Livro ‘Trabalho em Equipe, Aprendizagem Cooperativa e Pedagogia da Cooperação’.

O livro foi lançado na Universidade Federal do Ceará (Fortaleza - CE), no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de São Paulo (campus São Roque), no Fórum Mundial de Educação  
Tecnológica em Recife - PE, na Bienal do Livro e no Congresso Mundial de Aprendizagem Cooperativa na Dinamarca em outubro de 2015 (Europa).

A obra é fruto de mais de dezoito anos de pesquisas e práticas sobre uma proposta de ensino e aprendizagem realmente motivadora. Além de promover excelentes resultados acadêmicos, a aprendizagem cooperativa propicia o desenvolvimento da educação emocional, formação de valores e competências sociais e profissionais.

Aos que desejarem receber em casa um livro autografado com dedicatória personalizada, é só entrar em contato com a Livraria Atelier do Saber pelo email a seguir:
atelierdosaber@hotmail.com
ou pelo telefone:
(11) 4712-9808
(**) Especificações técnicas do Livro:
TRABALHO EM EQUIPE, APRENDIZAGEM COOPERATIVA E PEDAGOGIA DA COOPERAÇÃO. Autor: Frank Viana Carvalho. ISBN 978-85-366-4024-2
Scortecci Editora - 14 x 21 cm - 1ª edição - 2015 - 212 páginas



O Paradigma das Cavernas - Obra do Dr. Frank Viana Carvalho

O Paradigma das Cavernas

"Ousadia ou prudência, resignação ou inconformismo, ponderação ou audácia? Somente com ousadia poderemos alcançar muitos sonhos e transpor barreiras que parecem difíceis ou insuperáveis. Mas necessitamos de prudência, sobretudo na avaliação de cada situação que cerca a tomada de importantes decisões. Se por um lado não podemos nos conformar com um estado de coisas insatisfatório, por outro temos que nos resignar com aquilo que não podemos de fato mudar. Refletir cuidadosamente para não correr o risco de errar ou ser audacioso e colher uma vitória há muito esperada? Como não podemos adiar indefinidamente as importantes decisões de nossa vida, o que fazer então?"

Você percorrerá os fascinantes caminhos da descoberta, do questionamento,  do crescimento intelectual e do amadurecimento através deste ensaio filosófico sobre o conhecimento e as escolhas.

Livro disponível em valor promocional no Atelier do Saber (pedidos pelo e-mail atelierdosaber@hotmail.com enviando nome completo e endereço residencial ou comercial).

Também no site da Livraria Martins Fontes, Asabeca e Livraria Cultura.


Lançamento da obra Vindiciae Contra Tyrannos (em língua portuguesa)

Finalmente a primeira edição das Vindiciae Contra Tyrannos, após 17 longos anos de trabalhos e pesquisas... 
Lançamento hoje, dia 28 de março no Auditório da Filosofia e Ciências Sociais, na USP - Universidade de São Paulo...


Lançamento do Livro 'Vindiciae Contra Tyrannos- O Direito de Resistir'

Vindiciae Contra Tyrannos - O Direito de Resistir (463 págs.), ISBN 978-85-9470-006-3, Discurso Editorial. Pedidos ou Encomendas para o Atelier do Saber (atelierdosaber@hotmail.com)

Sinopse: A análise e contextualização aliadas à primeira tradução para o português do clássico da Filosofia Política renascentista, Vindiciae contra Tyrannos, brindam-nos com a excelente oportunidade de observar a construção dos argumentos da luta contra a tirania em prol de uma teoria contratual de Estado, bem como a defesa da liberdade de consciência e expressão da fé realizadas por Stephanus Junius Brutus.
Se considerarmos a força dos argumentos e a modernidade das ideias apresentadas, entenderemos porque este tratado se tornou infame perante as autoridades estabelecidas nos séculos XVI e XVII.
Os escritores monarcômacos enquanto apresentavam seus argumentos contra a tirania em meio às Guerras de Religião, num vislumbre quase futurista, lançaram também as bases contratuais da democracia representativa.

Divisão da Obra Vindiciae Contra Tyrannos – O Direito de Resistir
Quatro Partes:
Na primeira parte do livro, após uma apresentação do fenômeno da tirania desde a antiguidade até o século XXI, é apresentada a narrativa histórica das Guerras de Religião, envolvendo seus personagens e principais acontecimentos. A narrativa é dinâmica, breve e didaticamente compreensível, e ao mesmo tempo, fidedigna e consistente com os fatos e referências dos principais historiadores franceses: acordos, divergências, romances, torneios, disputas, julgamentos, fé, casamentos, intrigas, assembleias, manipulação, traição, tramas, e é claro, os horrores da guerra fratricida.
Na segunda parte está a análise da obra Vindiciae Contra Tyrannos, uma obra que causou grande impacto em todos os segmentos da população francesa, pois ousava questionar a centralização do poder nas mãos do rei. E com argumentos que vão surpreender os leitores (baseados no Direito Romano, na História dos Povos e nas Sagradas Escrituras), ao mesmo tempo em que defendia a liberdade de consciência e expressão da fé, questionava a legitimidade do poder do rei se este agisse contrariamente aos propósitos de um bom governo. Chegava ao ponto de dar aos magistrados, representantes do povo, o direito de depor um governante se ele fosse um tirano. Quais argumentos e teses defende o autor das Vindiciae?
Na terceira parte está a tradução do texto completo das Vindiciae Contra Tyrannos. A tradução foi feita a partir do texto latino, com cotejamento das versões francesa e inglesa. Nesta parte, além da Introdução, estão as Quatro grandes questões feitas e respondidas por Stephanus Junius Brutus e o Poema Final.
Na quarta parte está um Apêndice com a análise das duas obras que antecederam as VindiciaeFranco-Gallia e Le Droit des Magistrats. Além disso, ali também estão de forma resumida, as histórias de vida dos principais personagens das Guerras de Religião e uma breve análise dos fundamentos da teoria contratual.


Pedidos:
Envie seu nome completo e endereço (comercial ou residencial) para o Atelier do Saber (atelierdosaber@hotmail.com) e receberá o exemplar em sua casa. A obra está no valor promocional de lançamento. De R$ 108,00, com o desconto promocional sai por R$ 78,00 + taxa de envio (custo do correio).